4º Chakra – Cardíaco (Anahata)



O Quarto Chakra encontra-se na altura do coração no meio do peito. Abre-se para frente, sentido Anti-Horário aos homens e ao contrário às Mulheres. 
Cor: Verde, Rosa ou Dourado. 
Elemento Ar.


O Chakra Cardíaco é o quarto na ordem contada tanto de baixo para cima, como ao contrário. Então ele nos mostra o ponto de Equilíbrio entre os corpos sutis e os corpos mais densos. Tendo este ponto equilibrador, torna-se a ligação à Fonte Criadora por meio do Amor. 
Toda criatura partiu-se da mesma fonte, ponto onde abriga a Centelha Divina que sempre jorra o Puro Amor Universal, o fogo que tudo transforma e revigora. O sopro de vida que atinge o centro da Alma e do corpo. Nele há o principio da Dualidade, porém não a Ideia meramente racional que temos da Dualidade. A Ideia errônea de que há diferença entre as partes e que as mesmas são energias que conflitam e nunca interagem. A Dualidade que há no centro do nosso Peito são as energias que se unem. É o encontro da Energia Ativa e da Energia Pro-Ativa.
O Poder que este Chacka possui é inimaginável, uma vez que suas forças interagem com a Tarsa da Vida Abundante, Doação total, Vida Pura - Divina, Curas, Generosidade, Bonança, Paz Infinita, Amor Incondicional e uma infinidade de outras coisas... 
Ao nosso ponto de observação, é pelo 4º Chakra que nós temos que dar a maior atenção quando trabalhamos com a Cura. Ela é emanada e refletida do Ponto Cardíaco. Não é uma mera coincidência de empirismo em dizer que o Coração é Vida. Sim. O Coração é Vida, e Vida Plena. De onde jorra a Água Pacificadora da Vida, o Sopro de Vida, O Fogo da Centelha Divina, A Sobrevivência Terrena.
Jesus expandiu o seu Chakra a todos os habitantes deste Planeta, sem distinção de raça, sexo ou crença. Fez a promessa de que enquanto haver Irmãos Terrenos no caminho de Ascensão Ele estará Emanando seu Amor Misericordioso e Curativo.


Descontroles


Ativamente: Mesmo este Chakra sendo o ponto de Equilíbrio em nossos Corpos há desequilíbrio, um deles é não saber separar a visão de Dimensão vivente. Pessoas que se colocam na vibração Espiritual e se deixam levar por esses aspectos e se esquecem de que estamos em uma Missão, Prova, Desafio, ou o que quer seja o motivo da Encarnação Atual. Mesmo os Monges que vivem em Mosteiros, que tem sua vida inteira para se Doar à Divindade não perdem de vista seus afazeres diários, tanto é que isso é uma Obrigação e não um aconselhamento dos Monges Superiores. "Ora et Labora". Quem se perde no mundo Espiritual não se Doa à Caridade, e perde Um Bem mais Precioso que pode oferecer.


Passivamente: Exatamente o contrário do que fora dito acima. A pessoa se perde por meio de Ilusões terrenas. Nada Divinal faz parte de sua vida. Vive em paixões passageiras que não se prende a nada, e nada se prende a eles. São cometas que passam e deixam o seu brilho e vagueia pelo resto do Espaço sem deixar pegadas.


Como Equilibrar este Chakra?

Meditação:

Posicionar-se preferencialmente em posição de Lotus com a Kundalini aterrada ao chão. Também é aconselhável escorar em uma árvore, ligando todos os Chakras aos da Árvore, descarregando assim as energias ruins e absorvendo energias purificadas pela Terra.
Posicione um cristal à aproximadamente 10 cm da localidade do ponto inicial do Chakra. 
Pare seus pensamentos por alguns minutos. Ou se não conseguir pela aflição e ansiedade, ponha-se em estado meditativo em silêncio absoluto. Respire profundamente, sentindo o ar encher os Pulmões, toda a entrada do Oxigênio e a saída do Gás Carbônico pela boca.
Quando sentir que está suficientemente calmo visualize uma Luz Cósmica descendo do Universo, atingindo a atmosfera terrestre, aproximando do continente, do País, estado e finalmente onde você está. Esta Luz encontra diretamente este Cristal, que faz com que ele potencialize mais ainda essa Energia Cósmica mirando exatamente o seu Chakra do Plexo Solar, que vai se reorganizando naturalmente com o decorrer da meditação. Quando você sentir que é o suficiente, visualize a Luz voltando para o espaço da mesma forma que veio. 
Repita esse rito quantas vezes necessitar.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário